CAF-MEU

Entrei nos CAF, Comités Abertos de Faculdade, apenas pola insistência de um colega de aulas. Acabei nos MEU, Movimento Estudantil Universitário, cisão do grupo anterior, pola insistência do mesmo colega. Ainda lembro as reuniões para dar nome à nova organização com a clássica chuva de ideias, TEU, TIA, NOSA… a dificuldade estava em dar palavra às siglas.

Em 1994, ainda nos CAF, lançamos Insubordinada Substantiva, revista criada na secção de Filologia, onde elaborei um especial com o título…, “O Estado do Galego”. Pois, a cada um a sua teima. Aquela revista incluia artigos das suas sensibilidades normativas. Não sei se ainda se fazem assim as cousas.

insubordinada-substantiva

This entry was posted in Associações. Bookmark the permalink.